quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

TAÇA DA LIGA - UMA POUPANÇA QUE SAIU CARA



Os Dragões no inicio do jogo apresentaram-se em campo de uma maneira que deu a entender que não temiam o adversário, e mostraram dispostos ao que iam no inicio do jogo, disciplina táctica quase irrepreensível, rapidez sobre a bola, acerto no passe e objectividade na concretização dos ataques rápidos, através de Mariano, Tarik e Farías. E foi de um lance de uma desatenção na equipa leonina que Tarik inaugurou o marcador, na segunda vez em que o F. C. Porto utilizou a rapidez e o ataque. O resto do jogo é para esquecer, o raio da poupança saiu muito cara aos dragões, o F. C. Porto sai vergado a uma goleada que não sofria desde o jogo com o Arsenal, completamente sem soluções para discutir o restante jogo e mais uma taça desperdiçada, e esta nem á final chegamos. Está bem que se faça uma gerência de esforços pois vamos defrontar já no próximo domingo o SLM, mas como costumo dizer nem 8 nem 80. Será que é preciso tirar um curso…? Ou um novo curso neste caso, os lagartos é que não foram em tangas.




1 comentário:

José Campos disse...

esta competição serviu para fazer jogar os jogadores menos utilizados mas mesmo assim deviam ter realizado um jogo melhor em alvalade.
começamos bem o jogo mas apartir dos 25min perdemos o meio-campo e começamos a perder o jogo.
dois penaltis contra bem assinalados e com faltas infantis.
nota positiva para o Madrid, Nuno e Mariano.
o importante é domingo ganharmos!!
abraço