segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Revista Superdragões - Nº 10 - JÁ NA SEXTA-FEIRA - NÃO PERCAS!!!

Malta! Na próxima SEXTA-FEIRA não percam a edição 10 e primeira desta época!!!
APÓS O ENORME SUCESSO DO PRIMEIRO ANO, VAMOS ARRANCAR COM A SEGUNDA ÉPOCA RUMO A MAIS CONQUISTAS!
COMO SEMPRE, FICA A NOSSO CARGO O REGISTO DE TODAS AS NOSSAS HISTÓRIAS!!!
Queres dar a tua opinião? Contar uma história? Mostrar imagens de momentos marcantes da tua vida como ULTRA?
Contamos com a tua colaboração!!!
Torna-te assinante:
10 Edições: 15€ (portes incluídos)
6 Edições: 10€ (portes incluídos)

Pretendes ter todas as edições da época 2010/2011?
9 Edições: 10€ (portes incluídos)

Encomendas: revistasuperdragoes@gmail.com


Queres esta edição? Contacta o teu chefe de núcleo ou procura nos locais habituais!!!



Como é habitual C95 marcou presença no Mónaco.



VIAGEM AO MÓNACO: DEVER CUMPRIDO

O nosso Clube não venceu a Supertaça Europeia, mas a nossa raça esteve em campo e enfrentou o Barcelona. A sorte não esteve do nosso lado e o arbitro beneficiou claramente a equipa catalã ao não assinalar um penalty entre outras habilidades que prejudicaram o FC Porto. O nosso Clube mostrou em campo que está a crescer enquanto equipa e lutou os 90 minutos pela vitória. A deslocação dos Ultras da Curva Norte ao Mónaco começou no dia 25, quando cerca de uma centena de elementos (incluindo os núcleos de Lisboa, Lafões, Bragança, Gaia, Ponte de Lima, Van Criken, Blue Boys, Leal, G-107) saíram da Invicta prontos para realizar 3400km. Todos souberam honrar o COLECTIVO ao viajar em Grupo e marcamos uma boa presença no apoio ao Clube. Já em terras do Principado, os núcleos de Luxemburgo, Paris e outros “grupos” e núcleos reforçaram o contingente que saiu do Porto.  Mais uma vez o importante nestas viagens foi conseguido, apoiamos o Clube, reforçamos a coesão de Grupo, as histórias e peripécias que existiram ao longo da viagem ficam para quem lá esteve e o dever Ultra foi cumprido.

Conquistar o caneco numa final contra os encarnados, é bom demais. :)


 
 
O FC Porto Vitalis venceu este domingo o Torneio de Portugal ao vencer na final o Benfica por 25-24. O jogo foi desde início bastante equilibrado, com ambas as equipas a exibirem boas prestações defensivas, o que contribuiu para a baixa eficácia de concretização registada ao intervalo, altura em que os dragões venciam por 12-10. Na segunda parte o equilíbrio manteve-se, principalmente durante os últimos 15 minutos, quando o jogo ficou empatado a 17 golos. Daí até ao final, a incerteza do resultado era uma constante, no entanto veio ao de cima a qualidade dos tricampeões nacionais, com Wilson Davyes e Pedro Spinola a serem eficazes nos momentos decisivos. Ricardo Moreira selou a vitória ao fazer o 25-23, quando restava menos de um minuto para jogar, de nada valendo o último golo do Benfica. Destaque para a eficácia de 100 por cento de Dário Andrade e para Wilson Davyes, decisivo em momentos chave do jogo.

Marcadores: Wilson Davyes, 6; Ricardo Moreira, 6; Dario Andrade, 5; Tiago Rocha, 4; Pedro Spinola, 3; Filipe Mota, 1.

 


Anedota da semana de 29/08/2011 a 04/09/2011

Amor Afegão.

sábado, 27 de agosto de 2011

FC Porto na final do Torneio Portugal.


O FC Porto Vitalis qualificou-se este sábado para a final do Torneio de Portugal, que decorre em Fafe, ao bater na meia-final o Sporting por 20-18, com 10-7 ao intervalo. Na final de domingo os Dragões defrontam o Benfica, às 17:00. Os tricampeões nacionais entraram bem, numa partida em que desde cedo ficou bem patente a qualidade defensiva que ambas as equipas apresentaram durante o jogo e que se espelha no resultado registado ao intervalo (10-7). O início da segunda parte trouxe alguma supremacia da parte do Sporting, que foi prontamente contrariada pela equipa de Obradovic, que, alavancada por um excelente punhado de defesas de Hugo Laurentino, conseguiu dar a volta e alcançar a vitória. Destaque para Dario Andrade, com um registo de seis golos em outros tantos remates, para a exibição do reforço Nenad Malencic, com três golos em quatro remates, e para o guarda-redes Alfredo Quintana, que registou uma percentagem de defesas de 50 por cento, tendo defendido nove remates. FC Porto Vitalis-Sporting CP, 20-18 (10-7 ao intervalo).

Marcadores: Dario Andrade, 6; Tiago Rocha, 4; Pedro Spinola, 3; Nenad Malencic, 3; Ricardo Costa, 2; Filipe Mota, 1; Wilson Davyes, 1.

Até ensinamos como se faz, mas um erro foi fatal.

Caros portistas, claro está que ficou provado que nestes jogos quase sempre vencem, aquelas equipas que menos erros cometem e foi precisamente o caso, sofremos um golo após um erro terrível de Guarín que ditou a sentença final deste jogo, contra uma equipa como o Barcelona não podemos ter estes erros de palmatória, passes feitos na queima é no que dá, Cristiano Rodriguez teve alguns arranques que resultavam em centros desgovernados que foram feitos sem levantar a cabeça, e também a sua condição física pareceu-me não ser a melhor, mas o mister é que sabe. A arbitragem também não esteve ao nível destas duas equipas, foi muito pobre em qualidade ou seja á medida do Platini, a camisola do Barça pesou mais, ficaram dois penaltys por marcar pelo menos um é de caras, e uma entrada duríssima de David Vilas sobre Varela e nem sequer foi advertido. Mas nem tudo foi mau, pois cheguei mesmo a ver a nossa equipa a pressionar o Barcelona logo no seu meio-campo, forçando os erros acontecerem, e os atrasos sucessivos para o guarda-redes, os catalães perderam a capacidade de ser perigosos quando estavam a ser pressionados na sua defesa, aqui está uma boa maneira de ganhar ao Barcelona. Tivemos menos posse de bola, é certo, mas fomos mais perigosos João Moutinho e Guarín, ficaram muito perto de marcar o Barcelona também podia ter marcado numa ou outra ocasião, mas as melhores oportunidades foram nossas. Só espero que o Kléber aprenda a jogar á Porto rapidamente, para ver se este ano ainda é rentável mas muito sinceramente ainda acho que tem muito que aprender. No conjunto global estou deveras satisfeito apesar de triste por perder mais um caneco, mas a diferença em todos os aspectos que existe entre ambas as equipas não se notou em campo principalmente na 1ª parte, saímos do campo de cabeça erguida, prestigiamos mais uma vez o nosso futebol, o nosso clube, a nossa identidade, mais uma vez fomos Porto, e estou orgulhoso por ser portista. Agora venha o próximo jogo com o U.Leiria que é o que interessa.

Fotos da Curva



sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Vamos ensinar o Mourinho como se faz. :)

Em 1987,depois de ter vencido a Taça dos Campeões Europeus, o FC Porto derrotou o Ajax e tornou-se na primeira equipa Portuguesa a vencer a Supertaça Europeia. Na época,esta competição era disputada a duas mãos e o Porto venceu ambos os jogos,com Rui Barros e Sousa em destaque.



O nosso único objectivo é ganhar.


Calendário do FC Porto no Grupo G da fase de grupos da Liga dos Campeões.

FC Porto – Shakhtar Donetsk
13 de Setembro 2011 – 1ª jornada
19h45

FC Zenit St Petersburg– FC Porto
28 de Setembro 2011 – 2ª jornada
17h00

FC Porto – APOEL FC
19 Outubro 2011 – 3ª jornada
19h45

APOEL FC – FC Porto
1 de Novembro – 4ª jornada
19h45

Shakhtar Donetsk – FC Porto
23 de Novembro – 5ª jornada
19h45

FC Porto – FC Zenit St Petersburg
6 de Dezembro – 6ª jornada
19h45

domingo, 21 de agosto de 2011

Foi o quanto bastou.

Foi uma noite quente e abafada no Estádio do Dragão, com temperaturas que devem ter rondado os 25 graus centígrados. Mas foi também um serão futebolístico de bom nível, com uma primeira parte escaldante. O Gil Vicente deu luta, mas o FC Porto venceu por 3-1, nesta segunda jornada da Liga, graças a um inspirado Hulk, autor de dois golos. Com três tentos em duas jornadas, o brasileiro já segue no topo da lista de goleadores, prometendo assim lutar para repetir o título de melhor marcador conquistado na temporada passada. A nível colectivo, o FC Porto posiciona-se também na liderança da Liga, com seis pontos e duas vitórias em dois jogos.




-

Anedota da semana de 22/08/2011 a 28/08/2011

No Autocarro

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Os primeiros 3 pontos já cá cantam.

Três é o número que sobressai e gira em torno da vitória (1-0) com que o campeão começou a defender o título em Guimarães, precisamente onde, na época passada, perdeu os primeiros pontos de uma trajectória sem derrotas. Ao terceiro “round”, depois da goleada da Taça de Portugal e do “tri” na Supertaça, os Dragões voltaram a derrotar o Vitória. Desta vez, em ambiente adverso, para que não restem dúvidas.


Anedota da semana de 15/08/2011 a 21/08/2011

Conversa entre dois amigos benfiquistas.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Não há melhor, começar a época conquistando o 70º caneco oficial.

Caros portistas, no início desta época futebolística 2011/2012, aqui escrevo um simples texto com a minha opinião de apenas alguns lances, e da prestação de alguns jogadores que mais me chamaram atenção. Começamos assim a jogar a doer e não há melhor maneira de começar a época conquistando a 18ª Supertaça com um bom teste, jogando contra o Guimarães que não é uma equipa nada fácil, o nosso mister VP fez alinhar de início Ruben Micael e Souza que estiveram muito bem principalmente Souza, o Fernando que se cuide pois tem aqui um concorrente, Hulk e João Moutinho estiveram imaculados, aliás aproveito e faço já reparo aquela magnífica jogada que ambos protagonizaram e que Rolando finalizou fazendo 1-0 um golo cheio de arte e talento, que começou num toque de calcanhar de Moutinho, continuou para um centro artístico de Hulk e acabou no cabeceamento de Rolando um golo perfeito. Estas e outras jogadas do género são como o pólen para as abelhas, um autêntico hino ao excelente futebol. Pelo meio é verdade que o V. Guimarães empatou, mas foi uma igualdade que durou apenas oito minutos. Rolando outra vez assumiu esta noite um papel de figura do jogo, desta vez com o pé, ao segundo poste solto de marcação, fez o 2-1 antes do intervalo e garantiu assim mais este triunfo do nosso FCP, mas Rolando também teve a sua falha e quase passava de bestial a besta, porque quase deu o empate a Maranhão, não fosse Maicon a estar atento e safando o empate que parecia certo, mas pela exibição que fez Rolando para mim foi um dos melhores em campo. E como a segunda parte foi um tanto monótona tiveram que entrar os reforços para animar a festa, embora que até ao apito final o marcador não sofreu alterações, o mister VP fez as seguintes substituições: Saiu Varela – Acho que Varela teve bem com umas arrancadas potentes e interessantes que causaram grande atrapalhação á defesa do Guimarães. Entrou Falcão - Deste pouco tenho a dizer, pois tem uma semana de treino tem que apanhar o ritmo, mas quem sabe não desaprende e pode ser que no próximo domingo faça o que mais gosta, marcar golos. Saiu Ruben Micael – Para mim teve apenas um remate a baliza que levava selo de golo mas foi ilusão de óptica, acredito que pode fazer muito mais e melhor. Entrou Guarín – Esteve muito longe das suas boas exibições, e da sua boa condição física. Saiu João Moutinho – Uma máquina imaculado parece que nem estamos no início de uma época, extraordinário jogador que um dia se sair do FCP, vai com certeza deixar saudades. Entrou Belluschi – Sempre com muita garra, ansioso por mostrar serviço, deveria ser mais aproveitado. De quem eu não gostei mesmo hoje foi de Kleber – Mastiga, mastiga e nada, tem algo de bom ou não, joga bem de costas para os, defesas, adversários, e tem uma boa rotação só lhe falta é controlar o timing certo para se enquadrar com a baliza, mas com o tempo ele aprende, outros mais trapalhões também aprenderam e hoje andam na boca do mundo. Venha o próximo jogo de domingo pois o objectivo é os 3 pontos.
          

domingo, 7 de agosto de 2011

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Este realmente é um autêntico anormal.

Hermínio Loureiro saiu da toca e foi à SIC Notícias assumir-se como candidato às eleições para a presidência da Federação Portuguesa de Futebol. O que era para ser a análise à pré-eliminatória da Liga dos Campeões transformou-se numa sessão de pré-campanha do presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, que assumiu ter já “falado com muita gente do futebol” – imaginamos que gente… – e aproveitou para nos esclarecer qual é o seu pensamento sobre o futebol português.

E o que disse de substantivo sobre futebol o político Hermínio Loureiro? Asneiras. Uma série de asneiras tão grande que ilustram bem por que é que o FC Porto sempre se opôs e sempre se oporá a que políticos aproveitem o futebol para obterem notoriedade que lhes dê vantagem na política.

Mas vamos ao que interessa: num discurso vazio de ideias, Hermínio Loureiro clamou contra a falta de competitividade do campeonato de juniores e reclamou a possibilidade dos jogadores alinharem mais um ano no escalão, como se fosse a FPF e não a FIFA quem determina as idades dos diferentes escalões de formação. Pior, fez tese sobre um campeonato sem interesse, com uma fase final disputada por quatro equipas! Santa ignorância, a fase nacional do campeonato de juniores é disputado pelas oito melhores equipas, numa prova de 14 jornadas – informação suplementar, o FC Porto é o campeão nacional.

Mais à frente, depois de muito falar e nada dizer, Hermínio Loureiro lá se espalhou novamente, quando disse que há um acordo que dá, no futebol, a dupla nacionalidade aos jogadores brasileiros. Santa ignorância mais uma vez. Há anos e anos que isso não existe e, do ponto de vista regulamentar e desportivo, é absolutamente igual seja o jogador oriundo do Brasil ou do Bangladesh. É assim hoje, como era assim quando Hermínio Loureiro era presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, mas ele nunca o percebeu, sabe-se lá porquê.

É precisamente por estas coisas que o FC Porto se põe de parte destes putativos regeneradores e reclama para a FPF um presidente competente e com obra feita no futebol.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Foi uma derrota passiva.

O FC Porto perdeu este domingo por 1-2 com o Lyon, em jogo de preparação disputado em Genebra, na Suíça. Apesar da derrota, o FC Porto realizou uma boa exibição, em especial na primeira parte, mas acabou derrotado por dois golos contra a corrente, que não põem em causa o bom jogo dos Dragões, que parecem prontos para o início dos jogos a sério.




segunda-feira, 1 de agosto de 2011