sexta-feira, 24 de julho de 2009

GRÃO A GRÃO ENCHE A GALINHA O PAPO



FC Porto 1 - Dinamo de Bucareste 0
Pois é grão a grão enche a galinha o papo, quarto jogo, quarta vitória, dez golos marcados e o primeiro troféu da temporada. Nada mau para o balanço de menos de um mês de trabalho. É verdade que o jogo de ontem não foi o mais conseguido dos campeões nacionais esta pré-época, mas também é certo que serviu para Jesualdo Ferreira fazer algumas experiências, incluindo o esboço de um novo sistema, um 4x4x2 com pernas para andar. Varela - Um destaque merecido, e não apenas pelo golo que marcou. Não se limitou a ser o melhor dos reforços: foi mesmo o melhor em campo, com bons movimentos pelas alas (apareceu mais na esquerda) e diagonais oportunas a deixarem-no próximo do golo em mais do que uma ocasião. Rápido, deu sinais de estar numa fase de preparação bem adiantada, o que lhe valeu ter sido, a par de Maicón, o único a jogar os 90 minutos, sempre em bom plano. E acabou a sentir na pele a dureza dos romenos, impotentes perante a sua velocidade. Belluschi - Saiu ao intervalo, mas a tempo de deixar promessas interessantes: bem integrado no colectivo, teve dois passes de ruptura que deixaram Hulk e Mariano na cara do golo. E ainda teve um belo apontamento defensivo, dobrando Fucile num contra-ataque do Dínamo. Beto - Uma primeira parte relativamente tranquila, já que o Dínamo de Bucareste poucas vezes conseguiu chegar à área com perigo. Ainda assim, teve um dos momentos mais espectaculares da noite, com um voo espectacular a desviar para canto uma bomba de Laurentiu, de fora da área (29 m). Uma defesa que serviu para reforçar a sua candidatura à titularidade. Álvaro Pereira - O mais discreto dos reforços, numa primeira parte tímida em termos ofensivos. A defender, não sofreu muito, pela falta de soluções do adversário, mas ainda foi obrigado a uma entrada dura sobre Grigore, depois de ter sido ultrapassado no um para um. Nuno André Coelho Novamente adaptado a lateral-direito, que não é o seu posto natural, teve uma segunda parte muito interessante, com a vontade de mostrar serviço bem evidenciada por uma participação ofensiva assídua. A defender, teve noite de pouco trabalho. Falcão - Vinte minutos para saborear a estreia com a camisola portista e para reencontrar Farias, com quem tinha jogado no River Plate. O jogo não deu para muito mais. Valeri - O mesmo que Falcão, ainda com menos tempo em campo. Um bom passe para o avançado colombiano foi o seu momento de maior destaque, mas Falcão falhou o domínio. Conclusão digamos que todos os reforços são uma mais valia e dá a entender que já jogam á muitos anos juntos, uma boa integração no plantel, todos com vontade de ajudar o FCP a chegar ao pentacampeonato.

1 comentário:

The Blue One disse...

Também gostei desta partida, apesar de o adversário não ter dado muita luta, mas sim muita porrada (o Hulk fartou-se de levar nas pernas!!!).

Sinceramente, aprecio mesmo muito um ataque móvel com Cebola, Hulk e Varela, do que um ataque com um Jogador amorfo na área como é o Falcao ou até mesmo o Farias. Falcao jogou pouco, mas assim de rajada parece o Farias a jogar.

Belluschi tem algo que me agrada particularmente e que espero que este possa manter: Remata à baliza e ataca muito. Não é nem será o sucessor de Lucho.

De resto Beto esteve muito bem e mostrou que ao mínimo erro de Helton este tomará o seu lugar.

Nuno André Coelho é que não tem tido oportunidade de se mostrar muito, pois está tapado pelo Bruno Alves e o facto de Sapunaru e Miguel Lopes estarem ambos lesionados tem obrigado este Central a jogar a Defesa Direito... Até agora tem-se dado bem com a polivalência, mas o FC Porto também não defrontou adversários que dessem muito que fazer.

Segunda há mais...

Saudações Portistas!!!

Não é Portista quem quer, só é Portista quem pode