sábado, 10 de abril de 2010

FUTEBOL - 26ª JORNADA ÉPOCA 2009/2010



Rio Ave 0 – FC Porto 1
Neste jogo pareceu-me claramente que Hulk não esteve no seu melhor, talvez ressentindo-se de uma pequena lesão que sofreu no aquecimento, ficando até em dúvida para entrar no jogo, mas com a falta de bola que este jogador anda, (ou melhor dizendo do futebol que foi privado) é compreensível que jogue nem que seja com uma perna as costas. Continuamos a ser prejudicados pela arbitragem, tivemos pelo menos na 1ª parte três situações claras de infracção de jogadores do Rio Ave em plena grande área e não foram assinaladas como tem sido habitual neste campeonato. Na 2ª parte entrou Farías para o lugar de Tomás Costa e o poder ofensivo do FC Porto começou a fazer mossa, e não tardou o 1º golo e único do FCP aos 65’ minutos surgiu pela cabeça do próprio Farías, pouco antes do golo fica também o reparo de um penalty que não foi marcado sobre o próprio Farías que sofre um toque na perna, depois entrou Beluschi para o lugar de Ruben Micael este amarelado com o 5º cartão ficando de fora no próximo jogo, este também um pouco longe da forma que nos habituou. O FCP começou a colocar-se no terreno num claro 4x4x2, provocando uma enorme pressão na equipa vila-condense. Raul Meireles ao cair do pano desperdiça o que poderia ser o 2º golo para a equipa portista, um excelente passe de Hulk que não teve o melhor desfecho. Falcão não marcou nesta partida mas incomodou e muito a defesa do Rio Ave, conclusão o FCP em quanto não marcou, o Rio Ave ainda andou a rondar a baliza de Helton, depois do golo marcado só deu FCP até ao final da partida.



4 comentários:

Dragus Invictus disse...

Foi uma primeira parte para esquecer em que nos valeu Helton.

Na segunda parte, tivemos mais "vontade" de vencer e lá entrou o salvador Farias a tempo de nos dar a vitória. Muito pouco Porto.

Péssima arbitragem, 2 penaltis por assinalar, um sobre Falcao e outro sobre Farias, uma entrada para vermelho e não amarelo de Vilas Boas sobre Hulk (inteligente a proteger-se, saltando sempre).

Muitos jogadores abaixo das expectativas, tais como Ruben, Miguel Lopes (não sabe mais), Falcao, Belluchi (inadaptado), Alvaro (cansado, esta na hora de rodar com Addy).

Valeram nos Hulk (a espaços), Meireles, Farias (pelo golo que marcou e pelo golo desperdiçado que deu a Hulk de bandeja) e o melhor em campo Helton.

Fantástico o apoio dos Super Dragões! A nova música arrepia :)

Bom domingo para todos

dragao vila pouca disse...

De facto, é preciso gostar muito do F.C.Porto e ter uma grande pachorra, para aguentar até ao fim, um jogo que, principalmente na primeira-parte, foi intragável, com um Real-Barça ali ao lado. Melhor a segunda metade portista, mas longe de uma exibição de qualidade, numa vitória que foi justa, indiscutível e pela diferença correcta - o Rio Ave pelo que jogou, não merecia perder por mais...

Um abraço

Dragaopentacampeao disse...

Jogo fraco por culpa dos disparates e do acumular de passes errados, defeitos repetidos no decorrer de toda a época e razão principal da situação actual: Fora da corrida pelo título e quase fora da corrida pelo 2º lugar.

A jogar desta forma e com os erros sistemáticos das arbitragens estamos condenados ao terceiro lugar.

Para mim, a única exibição positiva pertenceu a Helton que evitou a derrota. Pela importância do golo Farías merece também destaque.

Um abraço

ultrasfcportomatosinhos disse...

Por amor de Deus será que só sabem criticar, eu vi um jogo que o FC Porto não esteve no seu melhor mas acho que houve jogos piores esta época muito piores mesmo, e conseguimos os 3 pontos, quem dera que jogamos sempre mal e ganhasemos sempre era muito bom sinal.

Abraço a todos