sexta-feira, 29 de abril de 2011

Faltam 90' minutos para estarmos presentes na final da Liga Europa em DUBLIN.

Caros portistas, ontem assistimos a uma noite de futebol europeu, de grande alegria para todos nós principalmente adeptos e simpatizantes portistas, e para todos os restantes portugueses adeptos deste desporto que é o futebol, o FCP teve uma exibição excelente praticou um futebol coeso, digno, com objectividade, e com uma finalização eficaz e mortífera. Mas não na 1ª parte, não pressionávamos, o meio-campo pareceu-me algo apagado principalmente o Fernando coisa que não é habitual, alguns passes errados, um futebol até algo irritante, com uma desatenção fora do habitual até nas marcações, e fomos para o intervalo a perder por 0-1, mas uma coisa foi certa na segunda parte todos se transfiguraram que tónico de motivação que estes jogadores tomaram. O árbitro holandês Bjorn Kuipers que foi nomeado para apitar o FC Porto-Villarreal foi bastante radical com as suas decisões e certo que tinha directrizes para prejudicar o FC Porto, não contava era que o FC Porto entrasse em grande, na segunda parte, e marcasse cinco golos, contra factos não houve argumentos. Como eu já tinha dito num post anterior tenho a sensação que a final europeia será porto-encarnados, embora o Braga ainda tenha algo a dizer, mas acho, e que me perdoe o Domingos Paciencia, não acredito que tenha grandes hipóteses, pois a própria UEFA não vai deixar. Ontem também não queriam deixar o FCP prosseguir para a final em Dublin, pois o jogo na 1ª parte não foi muito bem conduzido por a equipa de arbitragem, portanto com certeza que não vão deixar o Braga ir mais longe do que já foi, só se derem uma goleada aos mouros como o nosso FCP deu ao Villarreal, aí não há volta a dar, coisa que muito sinceramente não acredito que aconteça mas… Impossível não nos lembrar, da final europeia de 2003 e pensarmos com algumas certezas que podemos e vamos repetir o feito.





1 comentário:

Dragaopentacampeao disse...

Mais uma bela e gloriosa página, escrita por uma equipa que sabe seguir à letra o lema do Clube: «Ganhar é o nosso destino».

Resultado e exibição que honram os pergaminhos e quando assim é para quê falar das dificuldades da primeira parte.

Dublin ficou imensamente mais perto, mas falta ultrapassar o «quase».

Estou certo que AVB vai continuar a fazer história e a pulverizar todos os recordes.

Estou cada vez mais orgulhoso deste Clube, o melhor de Portugal e um dos melhores do Mundo.

Um abraço