sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Liga Europa 2ª mão play-offs

Caros amigos portistas, na análise que faço acho o seguinte, o nosso FCP confirmou e da melhor maneira a passagem á próxima fase da Liga Europa.
Na 1ª parte houve uns pequenos percalços que foram corrigidos, a equipa demorou um pouco a organizar-se em campo, sem pressionar um pouco apática até, sem rapidez e criatividade. Aos 2’ minutos Maicon "adormece" junto à sua área, permite que Yeboah lhe roube a bola e só não é golo por muito pouco. Aos 23’ minutos Vossen, antecipou-se a Rolando, desvia para a baliza defendida por Beto, e faz o 0-1, de referir que é o primeiro golo que o FCP sofre esta temporada em jogos oficiais. Mas o que é certo é que este golo foi contra a corrente do jogo dos Dragões, o jogo estava completamente dominado, e o Genk sentia enormes dificuldades para construir jogadas de alguma importância ofensiva. Ainda no mesmo minuto aos 23’ houve um penalty sobre Hulk do guarda-redes Koteles, que foi falhado por o próprio Hulk, mal marcado a bola sai na direção do guardião. Uma curiosidade André Villas-Boas apresentou a equipa com quatro homens no meio-campo, contrariamente aos habituais três, e colocou Hulk e Falcão na frente de ataque, mas uma coisa me deu a entender, o Fernando valeu por os quatro esteve excelente o melhor jogador em campo, e ainda marcou um golo. Aos 36’ minutos Hulk redime-se do penalty falhado e faz um grande golo, na marcação de um livre mas que grande petardo, fazendo o 1-1 houve-se aplausos no Dragão sente-se a equipa muito motivada, e segura. Na 2ª parte, aos 53’ minutos e na minha opinião pessoal muito bem merecido para Fernando, que na zona frontal tem um bom remate e faz assim o 2-1, AVB poupa como é óbvio Falcão substituindo por Varela, a pensar já no jogo com o Rio Ave. Aos 56’ minutos novamente Vossen aparece a cabecear completamente sozinho fazendo o 2-2, necessitamos urgentemente de um patrão na defesa, aliás falha esta que já devia estar colmatada á muito. Aos 59’ minutos penalty para o FCP por falta de Daeseleire sobre Moutinho, convertido por Hulk que desta vez sem falhas, teve um remate rasteiro para o lado esquerdo e Koteles atirou-se na direção contrária fazendo o 3-2, anunciava assim nova goleada, os jogadores do Genk estavam às aranhas. Aos 62’ minutos AVB faz sair Moutinho e entrar Belluschi, e de seguida como de tónico se trata-se, Hulk volta a marcar de livre directo é o hat-trick do avançado brasileiro aumentando o marcador para 4-2. Aos 76’ minutos 3ª substituição no FCP sai Ruben Micael que esteve um pouco apagado, e entra o miúdo Castro “sangue novo”. Aos 84’ minutos livre indirecto a favor do FC Porto depois de o guardião belga ter jogado a bola com a mão fora da grande área, ficou o cartão no bolso por parte do árbitro mas não surgiu nenhum perigo desta bola parada. Aos 86’ minutos o miúdo Castro acabadinho de entrar ainda teve um remate às malhas laterais, ainda se gritou golo no Dragão, mas foi pura ilusão de ótica. O FCP consegue um resultado final de 7-2, com os 3-0 da 1.ª mão, ficando apurado para a próxima fase de grupos da Liga Europa.

Não podia deixar de referir o seguinte no topo norte do Estádio do Dragão, principalmente no sector dos adeptos visitantes, houve consecutivos rebentamentos de petardos entre os adeptos belgas e adeptos portistas que se encontravam nos sectores vizinhos, que originaram a intervenção policial. A minha pergunta é a seguinte onde está a revista destes adeptos, e o controlo cerrado dos chamados polícias dos adeptos (SUPORTERS). Por muito menos, na época passada num jogo para o campeonato contra o Olhanense, que nem sequer apresentou claque organizada no Dragão, foi criado pela polícia um burburinho, no sector da claque legal e organizada do COLECTIVO, que originou numa carga policial, lançamento de gás pimenta que originou que 8 adeptos ficassem com ferimentos ligeiros, uma detenção, e tudo isto derivado a um simples consumo de um charro por parte de um adepto. Onde está a imparcialidade policial.

fotosSDacurva



6 comentários:

Armando Pinto disse...

Afinal desta vez, apesar do mau começo, tudo acabou bem com nova vitória, hoje por 4-2. Os dois sofridos aconteceram até mais pelo à vontade geral, que tirou concentração nalguns momentos, mas enfim somou-se uma grande vantagem de 7-2 no total da eliminatória. E aí está o F. C. Porto na fase de grupos desta Taça Europa, que podemos muito bem vencer, se houver cabecinha, muita concentração em todos os jogos e também alguma sorte de jogo, como se costuma dizer, para além de justiça...
Esperemos que esta época seja mais uma feliz campanha e, no decurso das provas, nacionais e internacionais, se faça mais História Gloriosa do F. C. do Porto - para podermos viver mais isso e daqui a anos podermos recordar!
http://www.longara.blogspot.com/

dragao vila pouca disse...

Dragão intermitente.

Fases boas, outras más, bem no meio-campo e no ataque, problemas lá atrás, com os centrais a darem as abébias do costume, que ontem, infelizmente, tiveram consequências e lá se foi a virgindade.

Mas e isso é o mais importante, objectivo cumprido, um "score" que não deixa dúvidas e lá estamos na fase de grupos para tentar chegar o mais longe possível, quem sabe, até Dublin?

Hulk em grande, R.Micael abaixo do que sabe e quando Sapunaru é o melhor defesa...

Um abraço

Jorge disse...

foi exactamente o que pensei: "que rica revista que fizeram aos belgas". continuo na minha, este tipo de claques que só servem para armar confusão, é bastonada para cima. vocês, por outro lado, merecem o meu elogio, mais uma vez 90 minutos ali cheios de força no apoio à equipa!!!

abraço,
Jorge
Porta19

Tiago Araújo disse...

Boas,
O FCPorto apresentou-se digno que merece continuar a vencer, estamos na Fase de Grupos e vamos ver quem nos calha na Fase.
Gostei do jogo, vi o jogo através do site oficial do fcporto e a transmissão não falhou nenhuma vez.

abraço

Dragus Invictus disse...

Boa tarde não vi o jogo,

O que sei é do pequeno resumo que vi, e do que li agora aqui.

Os dois golos sofridos pela nossa equipa, são inadmissíveis. Muito mal o centro da defesa na antecipação ao avançado que marcou por duas vezes.

Quanto ao Hulk ... bem este esquema de 4-4-2 dá-lhe mais liberdade de aparecer onde quer que seja, sempre lançado em velocidade pelos colegas de meio campo.

Estou de acordo que com a qualidade dos nossos médios, se calhar este esquema táctico vá-se afirmar, embora Villas Boas saliente a aposta no 4-3-3:

«Não é dúvida para ninguém que a opção da equipa técnica passa pelo 4x3x3. Culturalmente, o jogador português e os que jogam em Portugal estão mais habituados a essa táctica. Nesse sentido, é o sistema preferencial. Mas os jogadores são evoluídos e permitem fazer alterações como têm visto, até dentro do próprio jogo. Quando assim é, eu é que tenho de fazer a gestão de recursos».

Sei que este nosso Porto é tacticamente flexível, o que é uma enorme vantagem!

Passa em momentos do jogo de um 4-3-3 para 4-4-2 com enorme facilidade e sem perder qualidade, tudo fruto da qualidade técnico-táctica dos nossos centro campistas.

Relembro que Mourinho em 2003/2004 utilizava o 4-3-3 em Portugal, e 4-4-2 na Europa ... com os resultados que conhecemos.

O 4-3-3 permite meter mais velocidade e abrir o jogo contra equipas fechadas.

O 4-4-2 permite-nos controlar e dominar os jogos com mais consistência e mais posse de bola.

Este Porto promete ... mas há que corrigir os erros no centro da defesa.

Abraço

Paulo

pronunciadodragao.blogspot.com

Dragaopentacampeao disse...

Para quando uma nova exibição comparável com a da Supertaça?

Este FC Porto, continua em progressão lenta, alternando coisas más com coisas boas. Entram demasiado confiantes, lentos e desconcentrados. Esta atitude acaba por ter reflexos negativos, como se viu neste jogo frente a uma equipa que se apresentou bastante desfalcada. Não havia necessidade!...

Depois de acertadas algumas agulhas a normalidade aconteceu, com a maior classe e superioridade a virem ao de cima.

Fernando e Hulk foram as estrelas mais cintilantes da noite.

Inqualificável a atitude inicial dos adeptos belgas que mereceram por inteiro a carga policial para os pôr na ordem.

Um abraço